Institucional Espaço do Educador A Turma dos 5 Jovens Blog do Jogo Limpo
Ferramentas   Recomende Envie por e-mail Adicione aos favoritos Versão PDF
Tamanho do texto   Aumentar Diminuir Normal

Carta da Terra

Em 1987 a Comissão Mundial das Nações Unidas para o Meio Ambiente e Desenvolvimento (que se tornou também conhecida como Comissão Bruntland, numa referência à Sra. Brundtland – na época Primeira Ministra da Noruega – que a liderou) fez um chamado para a criação de uma nova Carta que estabelecesse os princípios fundamentais para orientar a transição para o desenvolvimento sustentável. Essa recomendação consta no relatório “Our Common Future”, publicado naquele ano.

Em 1992 durante o processo preparatório para a Eco-92 (Earth Summit no Rio de Janeiro), várias propostas sobre o possível conteúdo da Carta foram debatidas, mas não houve acordo político.

E, assim, a Declaração do Rio tornou-se o documento formal do consenso atingido entre as nações naquele momento. Não obstante, a proposta para criar uma efetiva Carta da Terra recebeu um apoio considerável da sociedade civil global.

Em 1994 o processo para criação de uma Carta desse tipo foi reiniciado, desta feita como uma iniciativa da sociedade civil e com a facilitação e suporte inicial do governo da Holanda. O processo rapidamente se ampliou com o engajamento de comitês nacionais, consultas à comunidade acadêmica e ao público em geral em dezenas de países. O processo inicial de consulta e redação também apoiou-se em centenas de documentos internacionais, com foco especial nas declarações de princípios éticos que encontravam-se nas raízes de acordos internacionais.

Em 1997 foi formada uma Comissão Internacional da Carta da Terra, composta por 24 líderes, com o objetivo de coordenar o desenvolvimento final do texto e alcançar o consenso em torno deste documento global.

Em 2000, após extenso diálogo, e consideração de contribuições por escrito de milhares de pessoas e redação de inúmeras versões, o Comitê redator chegou ao consenso em torno da Carta da Terra, em uma reunião realizada no mês de março, na sede da UNESCO em Paris. Alguns meses depois a Carta da Terra foi oficialmente lançada durante uma cerimônia realizada no Palácio da Paz, em Haia, na Holanda.