Institucional Espaço do Educador A Turma dos 5 Jovens Blog do Jogo Limpo
Ferramentas   Recomende Envie por e-mail Adicione aos favoritos Versão PDF RSS (Notícias)
Tamanho do texto   Aumentar Diminuir Normal

Apresentação

A história do Projeto surge com o livro-gibi “A Turma dos 5 Jovens: Temos que Fazer Algo!”, escrito por Felipe Saldanha, que conta as histórias dos personagens Léo, Cecília, Reggae, Strong e Matheus, cinco amigos brasileiros, jovens, que aprendem com os próprios erros e desenvolvem o amor pela natureza e a vontade de construir um mundo melhor. O livro-gibi apresenta histórias em quadrinhos, textos, curiosidades e sites sobre os animais, as plantas, a água, o ar e o lixo. A publicação foi realizada com o apoio da Organização para a Proteção Ambiental (OPA), fundada na cidade.

No seu lançamento, em 2006, foram impressos 4.500 exemplares, patrocinados pelo Instituto Alair Martins, que seriam distribuídos às escolas públicas e bibliotecas de Uberlândia, mas a necessidade de acompanhamento desse material foi o ponto de partida para a realização de um trabalho mais amplo, com o intuito de preparar os educadores para o trabalho com o livro, sensibilizar os alunos com noções de preservação da natureza, buscar impacto positivo na sociedade e mensurar os resultados.

Assim, com o apoio da OPA e mantendo parcerias com empresas da região e o poder público, um projeto-piloto foi desenhado na Escola Estadual Sete de Setembro, em Uberlândia, direcionado para o Ensino Fundamental. O movimento, que teve apoio da coordenação da escola, causou grande impacto na comunidade escolar, com ações de resultado concreto, proporcionando uma melhora significativa na convivência harmônica entre os alunos e o espaço escolar. Posteriormente, em outubro do mesmo ano, foi apresentado a todas as escolas estaduais da região como uma experiência bem-sucedida. À época, 50 escolas foram atendidas com suporte pedagógico e entrega de Kits de Apoio ao Professor. Além do livro-gibi, os kits incluíram um DVD contendo o desenho animado “Espírito de Porco”, produzido com técnicas amadoras. Cerca de quatro mil e quinhentos estudantes foram envolvidos. A Caixa Econômica Federal também entrou como parceira, inicialmente através de uma agência local.

No ano seguinte, foram realizadas palestras e oficinas com temática ambiental e artística. As escolas participantes do Projeto promoveram diversos eventos comemorativos com a preocupação de inseri-los em um contexto sustentável real. Paralelamente, a escola do projeto-piloto foi presenteada com um estúdio cinematográfico de baixo custo, cujo objetivo foi permitir o registro das atividades e estimular a reflexão sobre as realidades do jornalismo e da comunicação.

No dia 5 de junho de 2007, Dia Mundial do Meio Ambiente, foi organizado o Encontro em prol do Meio Ambiente (EMA), marcando o primeiro aniversário do Projeto Jogo Limpo. O encontro contou com a presença de 600 crianças e jovens, professores, 100 empresários e convidados ilustres, permitindo uma rica troca de experiências entre todos os envolvidos no Projeto. Na ocasião, o prefeito de Uberlândia firmou pessoalmente, em reunião com a equipe da OPA, o compromisso de levar o projeto às escolas públicas mantidas pelo Município.

Em 2008, foi realizado um curso de capacitação para professores, patrocinado pela Caixa Econômica Federal, e a expansão para a rede municipal de ensino foi efetivada, abrangendo a 3ª e a 4ª série. Novos materiais com a marca dos 5 Jovens foram criados, incluindo 75.000 exemplares de publicações paradidáticas custeados pela Prefeitura Municipal de Uberlândia. Três novos livros-gibis foram lançados: um sobre o Cerrado, outro com noções de matemática e outro em branco, chamado “Conte a sua história”, que propicia ao leitor uma oportunidade para exercer sua criatividade, deixando a seu cargo completá-lo. O kit distribuído às escolas passou a ser constituído, além dos livros-gibis, por DVDs, cadernos de desenho, sabonetes, quebra-cabeças, lixeiras, coletes e mudas de árvores do Cerrado.

Programa de Extensão Meios

Este programa nasceu em 2009 no curso de Comunicação Social: Habilitação em Jornalismo, da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Uberlândia – FACED/UFU. Seus objetivos são dar continuidade ao Projeto Jogo Limpo, iniciar um trabalho de conscientização da sociedade em geral por meio de um curso e de eventos com a temática ambiental e realizar um programa televisivo mensal direcionado à comunidade de Uberlândia e região.

Todas as ações propostas têm como embasamento a Educomunicação. O termo leva em consideração a presença cada vez maior dos meios de comunicação social de massa em nosso cotidiano, fato que leva a compreender a relação forte e direta da comunicação com a educação. Isto leva a uma intervenção social que procura unir as vantagens de ambas as áreas.