Sábado, 08 de novembro de 2014, 20:18:19

OPA lança concurso fotográfico sobre uso consciente da água

Poste uma foto nas redes sociais com a hashtag #OpaEuCuido e concorra a vale-presentes

Com o intuito de sensibilizar e engajar a população em práticas conscientes do uso da água, a OPA lançou a campanha #OpaEuCuido. Por meio de um concurso cultural, a organização busca alertar sobre a necessidade de preservação dos recursos hídricos. Mesmo com a chegada das chuvas é preciso consumir com responsabilidade, já que os reservatórios ainda estão abaixo da média. Por meio de atitudes simples, porém fundamentais, é possível mudar o dia a dia e conseguir resultados significativos.

Para participar do concurso, basta curtir as páginas da OPA no Instagram ou no Facebook e postar uma foto com o elemento ÁGUA e a hashtag #OpaEuCuido em uma destas redes sociais. Três fotos serão escolhidas e seus autores receberão vale-presentes da Ecolojinha da OPA, que fica no 2º piso do Center Shopping. O prazo para participar é até o dia 30 de novembro de 2014. Os resultados serão divulgados no dia 5 de dezembro. Os prêmios poderão ser retirados na Ecolojinha até 19 de dezembro.

Regulamento

- Concurso válido para fotos publicadas no Instagram e no Facebook em modo público no período entre as 0h de 10/11/2014 e 23h59 de 30/11/2014.

- Para estarem aptos à premiação, os participantes deverão seguir pelo menos um dos perfis da OPA nas redes sociais Instagram (instagram.com/opaong) e Facebook (facebook.com/opaongambiental).

- Três fotos serão escolhidas pela Coordenação da OPA segundo os critérios de criatividade, apuro estético e adequação ao tema. Não caberá recurso da decisão.

- Os autores das três fotos premiadas farão jus, cada um, a 1 (um) vale-presente nos valores de: R$ 30,00 (trinta reais) para o primeiro lugar; R$ 15,00 (quinze reais) para o segundo lugar; R$ 10,00 (dez reais) para o terceiro lugar.

- Os vale-presentes deverão ser retirados na sede da OPA em Uberlândia (MG) até o dia 19/12/2014.

 

Leia outras notícias



Dicas

Águas do mar

Leia mais

Águas do mar

Dicas para evitar a poluição dessas águas

A poluição das praias por esgotos, efluentes industriais ou derrames de petróleo são uma ameaça ao direito de todo ser humano a um reconfortante e revigorante banho de mar. 

Além disso, são também um abalo na auto-estima dos brasileiros e um fator inibidor ao desenvolvimento do turismo.

A população tem o direito a uma informação segura e atualizada sobre as condições da água do mar, dia a dia. Essa informação deve passar pelo crivo de um controle social e ser divulgada, regularmente, em linguagem simples, acessível a todos. A supressão das línguas negras e de todo tipo de despejo de esgoto, nas praias ou em rios, valas ou canais que nelas desaguem é obrigação do poder público, da mesma forma que mantê-las com um índice de coliformes fecais abaixo de 1000 por 100ml, em tempo seco.

O monitoramento deve se às areias que devem ser mantidas limpas e revolvidas com regularidade pois seu potencial de armazenamento de patogênicos é maior do que a água salgada. O monitoramento, o controle e a rápida intervenção em relação à poluição proveniente de embarcações, derramamentos de petróleo e outros é uma missão das autoridades civis e militares inerente à soberania sobre as águas. A navegação de jet-skis e outras embarcações devem ser rigorosamente reprimidas dentro da faixa de 200 metros da linha de rebentação.

Logotipo da OPATopo

OPA! Organização para a Proteção Ambiental
Av. Marcos de Freitas Costa, 84 - Sala 5
Bairro Daniel Fonseca
CEP 38400-328 - Uberlândia - MG - Brasil

Licença Creative Commons Desenvolvido por FSaldanha Comunicação