Sexta-feira, 16 de janeiro de 2015, 13:38:20

Parque do Pau Furado promove Caminhada Ecológica

Evento comemorativo recebe inscrições até 20 de janeiro

O Parque Estadual do Pau Furado (PEPF) comemora seu aniversário de 8 anos com uma Caminhada  Ecológica aberta ao público. Os participantes serão recebidos com mesa de frutas e ganharão uma camiseta do evento. O trajeto é de aproximadamente 5,5 km (1h30 de caminhada) e fica na Trilha do Angico, terminando na Prainha, com direito a banho. As inscrições vão até o dia 20 de janeiro e as vagas são limitadas a 100 participantes.

Quanto custa: 2 litros de leite longa vida (caixinha) a ser doado para entidades beneficentes - o participante deve levar no dia do evento

Quando: 31 de janeiro de 2015 (sábado) - chegada a partir das 7h00 e início da caminhada as 8h00

Onde: Parque Estadual do Pau Furado

Percurso: Trilha do Angico e Prainha, aproximadamente 5,5 km (1h30) de caminhada

Como participar: as incrições devem ser feitas somente através deste link: http://goo.gl/5Nto3W

Como chegar no Parque: veja o mapa aqui.

Dúvidas: 3232-5622 ou pelo e-mail pepf@meioambiente.mg.gov.br

 

Fonte: Parque Estadual do Pau Furado

 

Leia outras notícias



Dicas

Águas do mar

Leia mais

Águas do mar

Dicas para evitar a poluição dessas águas

A poluição das praias por esgotos, efluentes industriais ou derrames de petróleo são uma ameaça ao direito de todo ser humano a um reconfortante e revigorante banho de mar. 

Além disso, são também um abalo na auto-estima dos brasileiros e um fator inibidor ao desenvolvimento do turismo.

A população tem o direito a uma informação segura e atualizada sobre as condições da água do mar, dia a dia. Essa informação deve passar pelo crivo de um controle social e ser divulgada, regularmente, em linguagem simples, acessível a todos. A supressão das línguas negras e de todo tipo de despejo de esgoto, nas praias ou em rios, valas ou canais que nelas desaguem é obrigação do poder público, da mesma forma que mantê-las com um índice de coliformes fecais abaixo de 1000 por 100ml, em tempo seco.

O monitoramento deve se às areias que devem ser mantidas limpas e revolvidas com regularidade pois seu potencial de armazenamento de patogênicos é maior do que a água salgada. O monitoramento, o controle e a rápida intervenção em relação à poluição proveniente de embarcações, derramamentos de petróleo e outros é uma missão das autoridades civis e militares inerente à soberania sobre as águas. A navegação de jet-skis e outras embarcações devem ser rigorosamente reprimidas dentro da faixa de 200 metros da linha de rebentação.

Logotipo da OPATopo

OPA! Organização para a Proteção Ambiental
Av. Marcos de Freitas Costa, 84 - Sala 5
Bairro Daniel Fonseca
CEP 38400-328 - Uberlândia - MG - Brasil

Licença Creative Commons Desenvolvido por FSaldanha Comunicação