Projeto Santa Luzia

 

Área para reflorestamento

Com esse projeto a OPA pretendeu resgatar a paisagem do cerrado uberlandense na área de recarga – toda área acima - da nascente do Córrego Lagoinha.

A pressão exercida pelo desmatamento do que resta da Mata Ciliar - áreas naturais que margeiam rios e córregos - deve-se, principalmente, ao alto crescimento populacional, à industrialização e a expansão da fronteira agrícola.

A nascente do Córrego Lagoinha em Uberlândia, encontram-se em um estado avançado de degradação, o que compromete a conservação dos recursos naturais e hídricos em toda a extensão.

No Córrego, a vegetação nativa foi plantada junto com os pomares e hortas, dos moradores vizinhos, já existentes no local. Isso com o objetivo de estimular o envolvimento deles com reflorestamento da área. A população local será responsável pela continuidade do programa.

As atividades de restauração tiveram a colaboração do Instituto de Pesquisas Ecológicas – Ipê e foi coordenado pela gestora de projetos da OPA, Polyanna Duarte.

Várias mudas de vegetação nativa foram doadas pelo Instituto Estadual de Florestas – IEF, para que as áreas degradadas fossem reflorestadas.

 

 

 

 

 

Conheça outros projetos da OPA



Dicas

Saneamento não é, apenas, obra

Leia mais

Saneamento não é, apenas, obra

Confira esse algo mais

As valas negras a céu aberto, a presença de esgoto dentro ou perto de casa é a maior causa de mortalidade infantil. Toda população brasileira tem direito ao saneamento básico, tirando as águas sujas de perto das crianças.

O segundo passo é tratar o esgoto. Há uma série de soluções, desde a minimalista até a mais completa, para eliminar esse alto risco ambiental e sanitário. A fossa séptica, a fossa com filtro, o sistema de condominial, o sistema misto, a rede de esgotos, a lagoa de estabilização, a oxidação laminar, a estação de tratamento num grau crescente de aprimoração do tratamento, até chegar ao reaproveitamento.

O objetivo é claro: lançar no rio, na galeria pluvial, na lagoa ou no mar apenas o efluente tratado. Saneamento não é, apenas, obra. Sanear também quer dizer instruir, organizar e mobilizar. Governos, comunidades e iniciativa privada devem trabalhar juntos em Conselhos das Águas e outros comitês de gestão de bacias hidrográficas. As águas devem ser taxadas de acordo com seus usos e respectivos impactos.

Logotipo da OPATopo

OPA! Organização para a Proteção Ambiental
Av. Marcos de Freitas Costa, 84 - Sala 5
Bairro Daniel Fonseca
CEP 38400-328 - Uberlândia - MG - Brasil

Licença Creative Commons Desenvolvido por FSaldanha Comunicação